terça-feira, 31 de maio de 2011

Desânimo

Mais uma vez ele veio se aproximando
Devargarzinho se encostou de novo
Hum... é uma juntura
Preguiça com vontade de não fazer nada

Determinação foi embora
Sonhos são distantes
Em um ponto devo correr atrás
No outro ponto devo esperar

Pensando no hoje
e juntando com épocas la de trás
Vejo que aquilo que busco
Talvez tenha a ver com isso tudo

Perdi o valor das coisas
Perdi o pouco de ganância que tinha
O que me fazia conquistar, é perdi
Perdi por amor de Ti

Com esse desânimo não consigo encontrar
Mas talvez seja só uma desculpa
Deixa eu ficar quietinha mais um pouco
A velha história do barranco e do mundo acabando

Ai meu Senhor!
Me da forças continuar
O Reino de Deus é tomado a força
Que Ele me dê ânimo, para eu correr e correr!

Coisas simples preciso
Tantas coisas estão errado
Desde o simples levantar até o termino do dia
Uma coisas deixara pra amanhã são mil após anos

By Drika


Nenhum comentário:

Postar um comentário