sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Estudando... Hebreus 7 (Jesus o sacerdote perfeito)


Hebreus 7 17:28
Pois sobre ele é afirmado: "Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque".
A ordenança anterior é revogada, porquanto era fraca e inútil
(pois a lei não havia aperfeiçoado coisa alguma), sendo introduzida uma esperança superior, pela qual nos aproximamos de Deus.
E isso não aconteceu sem juramento! Outros se tornaram sacerdotes sem qualquer juramento,
mas ele se tornou sacerdote com juramento, quando Deus lhe disse: "O Senhor jurou e não se arrependerá: ‘Tu és sacerdote para sempre’ ".
Jesus tornou-se, por isso mesmo, a garantia de uma aliança superior.
Ora, daqueles sacerdotes tem havido muitos, porque a morte os impede de continuar em seu ofício;
mas, visto que vive para sempre, Jesus tem um sacerdócio permanente.
Portanto ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles.
É de um sumo sacerdote como este que precisávamos: santo, inculpável, puro, separado dos pecadores, exaltado acima dos céus.
Ao contrário dos outros sumos sacerdotes, ele não tem necessidade de oferecer sacrifícios dia após dia, primeiro por seus próprios pecados e, depois, pelos pecados do povo. E ele fez isso de uma vez por todas quando a si mesmo se ofereceu.
Pois a Lei constitui sumos sacerdotes a homens que têm fraquezas; mas o juramento, que veio depois da Lei, constitui o Filho, perfeito para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário